Por um mundo com mais “maluco beleza” e menos gente maliciosa

Por um mundo com mais “maluco beleza” e menos gente maliciosa

Por um mundo com mais “maluco beleza” e menos gente maliciosa! Como contava o grande Raul Seixas:

Enquanto você se esforça pra ser
Um sujeito normal
E fazer tudo igual
Eu do meu lado aprendendo a ser louco…

O maluco beleza vive feliz, alegre, é sempre otimista e, mesmo em momentos de crise, sabe que a melhor opção é soltar uma boa gargalhada. Nada de preocupação e pessimismo.

O maluco beleza é espontâneo e autêntico, não têm medo de se expor, nem de expor seus limites e pontos de vista.

A Sabedoria do Silêncio Interno – TAO

Eles não estão preocupados em agradar a todos, muito embora exalem carisma e gentileza.

O maluco beleza é divertido, está sempre de bem com a vida. Mesmo nos momentos de tristeza, ele se agarra ao otimismo dentro de si, pois sabe que tudo passa. Tudo mesmo!

O maluco beleza é do tipo que vive, que não espera uma data específica para beber um bom trago ou usar a roupa mais bonita do guarda-roupas. Aliás, muitos deles nem tem guarda-roupas.

Eles não esperam por ocasiões especiais, eles fazem de todas as ocasiões, ocasiões especiais.

Por um mundo com mais “maluco beleza” e menos gente maliciosa

O maluco beleza saboreia a comida, mesmo em um almoço de 30 minutos, consegue parar para sentir o aroma do café ao invés de apenas ingerir cafeína para manter-se de pé.

O maluco beleza conversa sozinho, em silêncio ou em voz alta e está sempre rindo de si. Ele não se importa com defeitos nem com decepções, apenas com os aprendizados retirados de todas as experiências.

Ele troca a reclamação pela gratidão!

O maluco beleza é sincero, em quem se pode confiar e confidenciar o que há de mais íntimo, pois temos certeza que ele não fará a “doideira” de espalhar por aí. Peraí, vá com calma!

O maluco beleza não é perverso, como muitos costumam confundir. O perverso maldoso, incapaz de sentir empatia, que se faz de doido para, de verdade, causar transtornos psicológicos aos que estão ao seu entorno.

O maluco beleza é do bem, mesmo quando a maluquice se trata de alguma patologia.

Mas, se for uma maluquice saudável, de pessoas que apenas fogem de uma sociedade doente de pessoas “normais” e egocêntricas, nada melhor do que sermos os malucos beleza que conseguimos pensar e agir “fora da caixa”.

O maluco beleza é leve. Eu sou um maluco beleza, eu consigo relaxar e viver o momento, principalmente com aqueles que me amam e a quem eu amo, sem me preocupar com o que não posso controlar.

Por um mundo com mais “maluco beleza” e menos gente maliciosa!

Como ganhar dinheiro com a Física Quântica

Por um mundo com mais “maluco beleza” e menos gente maliciosa
Sexo sem amor, é saudável?

1 comentário

  1. Pingback: O casamento está ruim, permanecer ou separar? - ComPensar

Você Gostou? Compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.