Como preservar a Amazônia sem prejudicar o seu desenvolvimento

Como preservar a Amazônia sem prejudicar o seu desenvolvimento

Antes de tudo é preciso deixar muito bem esclarecido que eu não apoio, de nenhuma forma, a destruição da natureza. Más, precisamos abrir um diálogo franco e sem interesses particulares e/ou políticos para saber como preservar a Amazônia sem prejudicar o  seu desenvolvimento. Vamos lá?

Porém, vou me ater as questões mais eminentes no dia a dia do brasileiro e, em especial, do povo que vive na Amazônia.

Amazônia Nossa | Desenvolvimento Responsável e Sustentável

A Amazônia é uma floresta úmida que cobre a maior parte da Bacia Amazônica da América do Sul. Portanto, ela não está somente no Brasil mas também na Colômbia, Venezuela, Equador, Bolívia, Guiana, Suriname e França (Guiana Francesa) e o Brasil tem 60% do total de sua área.

Esta bacia abrange 7 milhões de quilômetros quadrados, dos quais 5 milhões e meio de quilômetros quadrados são cobertos pela floresta tropical.

E no Brasil, para efeitos de governo e economia, a Amazônia é delimitada por uma área chamada “Amazônia Legal” e seu o bioma que, no Brasil, ocupa 49,29% do território e abrange três das cinco divisões regionais do país (Norte, Nordeste e Centro-Oeste), sendo o maior bioma terrestre do país.

A Amazônia representa mais da metade das florestas tropicais remanescentes no planeta e compreende a maior biodiversidade em uma floresta tropical no mundo. É um dos seis grandes biomas brasileiros.

Outra informação muito rica para entendermos o que está por trás do grande interesse de outros países e de ONG´s do mundo inteiro é o Rio Amazonas. Ele é um grande rio com extensão sul-americana que nasce na Cordilheira dos Andes, no lago Lauri ou Lauricocha, no Peru e deságua no Oceano Atlântico, junto à Ilha de Marajó, no Brasil. Você consegue imaginar toda a extensão deste rio?

Como preservar a Amazônia sem prejudicar o seu desenvolvimento
Como preservar a Amazônia sem prejudicar o seu desenvolvimento

Por um longo período de tempo, acreditou-se que o Rio Amazonas fosse o rio mais caudaloso do mundo e o segundo em comprimento, porém pesquisas recentes o mostraram também como o rio mais longo do mundo. Ele é o rio com a maior bacia hidrográfica do mundo, ultrapassando os 7 milhões de quilômetros quadrados, grande parte deles de selva tropical.

Estas informações são somente o que vemos em sua topografia, porém se eu fosse descrever neste artigo tudo que existe na Amazônia muito provavelmente ninguém iria até o final do mesmo.

Amazônia Nossa – Ajude esta petição a chegar mais longe | Clique AQUI e Assine a nossa Abaixo Assinado

Estou falando de sua riqueza mineração, animal e vegetal, isso dará um artigo de tamanho incalculável.

Em um estudo inédito do coordenador de sustentabilidade ambiental do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), José Aroudo Mota Sob a floresta amazônica, aponta que nela está escondida uma riqueza que passa da casa dos quatrilhões de dólares.

Só a reserva de água subterrânea é calculada em aproximadamente US$ 1,9 quatrilhões. Além disso, a Amazônia tem reservas de petróleo, ferro, alumínio e manganês que valem, juntas, em torno de US$ 12 trilhões. E suas árvores possuem uma capacidade de sequestrar carbono estimada em US$ 379 bilhões.

O resumo destes números:

  • reserva de água subterrânea: US$ 1,9 quatrilhões
  • reservas de petróleo, ferro, alumínio e manganês: US$ 12 trilhões
  • sua capacidade de sequestrar carbono: US$ 379 bilhões
  • Isso da um total estimado de US$ 13,90379 trilhões.

Isso mesmo, 13 quatrilhões, novecentos trilhões e trezentos e setenta e nove bilhões de dólares americanos. Quase 10 vezes o PIB do Brasil.

Como preservar a Amazônia sem prejudicar o seu desenvolvimento
Como preservar a Amazônia sem prejudicar o seu desenvolvimento

Eu tentei fazer a conversão de dólar para real, mas minha calculadora não tem capacidade para tantos números. Qual a conclusão que podemos tirar deste quase infinito, e ainda não definitivo, valor?

  • O mundo inteiro está de olho para isso;
  • Só um governo sério e austero pode cuidar deste patrimônio.
  • Este patrimônio não pode ficar exposto e a disposição de ONG´s , empresas e outros países.

Mentiras sobre a Amazônia

A Amazônia é o Pulmão do mundo? NÃO!

São as algas marinhas que fornecem a maior parte do oxigênio de que o planeta precisa. Florestas como a Amazônica consomem tudo ou quase tudo que produzem.

Florestas como a Amazônia, segundo os cientistas, são ambientes em clímax ecológico. Isso quer dizer que elas consomem todo – ou quase todo – o oxigênio que produzem.

A venda da madeira é a principal causa do desmatamento? NÃO!

Se um madeireiro entrar na Amazônia e retirar toda madeira adulta e já velha, que tiver valor comercial, ainda restará uma boa cobertura florestal ali, capaz de se regenerar com o tempo.

Em menos de 20 anos, toda esta madeira que não serve para mais nada será substituída por novas e frondosas arvores.

A Amazônia é do Brasil? NÃO!

Dividimos o bioma da Amazônia com outros 8 países da América do sul:

  • Bolívia,
  • Colômbia,
  • Equador,
  • Guiana,
  • Guiana Francesa,
  • Peru,
  • Suriname.

Portanto, devemos ter um alinhamento sobre as políticas de desenvolvimento sustentável e cuidados juntos com os demais “sócios”. Afinal, o que acontece nos demais países, afeta o Brasil e vice versa.

A Amazônia é nosso ecossistema mais ameaçado? NÃO!

É o Cerrado. O desmatamento do Cerrado já superou o da Amazônia e as taxas não param de crescer.

A Amazônia é só floresta? NÃO!

A Amazônia Legal é uma demarcação administrativa (e não baseada em conceitos ambientais) que abrange 9 estados brasileiros com alguma parcela do bioma.

  • Acre,
  • Amapá,
  • Amazonas,
  • Mato Grosso,
  • Pará,
  • Rondônia,
  • Roraima,
  • Tocantins, e,
  • parte do estado do Maranhão

A prostituta norueguesa que contaminou a Amazônia com vírus mais potente que o HIV.

Na Amazônia Legal, vivem em torno de 30 milhões de pessoas e tem quase 800 municípios ocupando uma área de 5.217.423 km², que corresponde a 61% do território brasileiro e que juntos respondem por 13,7% do PIB do Brasil que em 2018 foi de R$ 6.8 trilhões.

Somente o estado de São Paulo tem uma participação de 32,2% do PIB nacional e ocupa uma área de 248.209 km².

Diante de tudo isso, não podemos deixar a Amazônia ficar exposta a interesses escusos de organizações internacionais e de outros países. Precisamos encontrar uma maneira sustentável para proteger e desenvolver a nossa região.

A partir de 2019 nosso país iniciou uma nova era, cujos gestores federais liderados pelo presidente da república, o Sr. Jair Bolsonaro, tem competência e caráter para propor o melhor modelo. Sem, contudo, deixar de proteger as futuras gerações mas lhes entregando algo grandioso em que todos, inclusive os de má fé, serão beneficiados.

Você tem alguma sugestão de como preservar a Amazônia sem prejudicar o seu desenvolvimento?

3 comentários

  1. Pingback: Eu Apoio o Presidente Bolsonaro – ComPensar

  2. Pingback: Porque a França está tão interessada na “preservação” da Amazônia! – ComPensar

  3. Pingback: SOS Amazônia | Como evitar incêndios florestais! – ComPensar

Você Gostou? Compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.