Como parei de fumar definitivamente

Eu fui fumante por mais de 15 anos e durantes uns 12 anos eu nunca havia pensado em parar de fumar. Por isso resolvi escrever este texto para mostrar para você como parei de fumar definitivamente e quais as doenças que o tabagismo pode causar!

Porém, depois de algumas complicações com minha saúde decidi parar, mas não foi fácil. Entre parar e voltar foram umas 6 tentativas, eu conseguia ficar sem fumar até uns 4 meses e depois voltava.

Teste de dependência à nicotina.

O pior é que depois que passamos a entender que devemos parar de fumar e não conseguimos, cada vez que acendemos um cigarro, logo vem aquele peso na consciência e uma culpa terrível por estar fumando só mais um!

Até que um dia conheci um método que foi determinante para acabar com este vício terrível que me dominava e me fazia muito mal.

Más, antes de falar deste método eu li um livro e extrai dele algumas informações que podem lhe conscientizar e te ajudar a parar de fumar definitivamente.

Como parei de fumar definitivamente

Como parei de fumar definitivamente

Quais são principais doenças causadas pelo tabagismo, que é a doença (dependência de nicotina) que tem relação com aproximadamente 50 doenças!

Essas doenças podem acontecer devido às substâncias químicas presentes na composição do cigarro, e têm péssimas consequências para a saúde. Além de serem responsáveis pelo causa do câncer em diversos órgãos, doenças pulmonares, e doenças cardiovasculares, como pressão alta, infarto e AVC.

  • Você sabia que mesmo quem fuma pouco ou quem não fuma, mas inalam a fumaça de fumantes, podem sofrer sérias consequências?
  • Que as substâncias tóxicas da fumaça do cigarro podem causar inflamações e alterações na genética das células?

Só o cigarro tradicional industrializado faz mal? Não, as variações como fumo mascado, palha, cachimbo, charuto e narguilé também são maléficos para a saúde.

Aprenda como Parar de Fumar de uma maneira prática e efetiva.

Enfisema pulmonar e bronquite

Elas são conhecidas como doença pulmonar obstrutiva crônica e surgem porque a fumaça do cigarro inflama o tecido que reveste as vias respiratórias, causando lesões permanentes e reduzindo a capacidade do pulmão efetuar as trocas gasosas eficientemente.

Infarto e AVC

Causam inflamação na parede dos vasos sanguíneos e, por isso, aumentam as chances do desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como:

  • Infarto,
  • AVC,
  • Trombose, e.
  • Aneurismas.

Os fumantes apresentam mais chances de ter pressão alta, de ter dores no peito, e de ter placas de gorduras nos vasos.

Isso aumenta o risco de doenças cardiovasculares, principalmente se associadas com outras situações de risco, como pressão alta, colesterol alto e diabetes.

Impotência sexual

Os homens fumantes podem ter impotência, alterando a liberação dos hormônios importantes para a prática do sexo porque o tabagismo inibe o fluxo sanguíneo que bombeia o sangue para o pênis, necessário para ter e manter a ereção.

Doenças reumáticas

Os fumantes ter mais chances de desenvolver a artrite reumatoide, com dores, inchaços e vermelhidão nas articulações.

Isso ocorre principalmente nas mãos, e aumentam a gravidade e dificuldade do seu tratamento.

Úlceras gástricas

Os tabagistas tem 4 vezes mais chances de desenvolver úlcera gástrica, e também outras doenças do trato gastrointestinal, como gastrite, refluxo e doença inflamatória intestinal, por causa do aumento das inflamações nas mucosas do estômago e do intestino.

Alterações visuais

As substâncias contidas na fumaça do cigarro também aumentam o risco de desenvolver doenças oftálmicas, tais como catarata e degeneração macular, porque aumentam as chances de disfunção e inflamação das células.

  • A catarata:

causa embaçamento ou deixa a visão com aspecto borrado, o que dificulta a capacidade visual, principalmente à noite.

  • Degeneração macular:

ocorrem alterações no centro da visão, que fica embaçada, podendo piorar com o tempo.

Alterações de memória

Os fumantes têm mais risco de desenvolver demência, tanto pela doença de Alzheimer, quanto por lesões cerebrais decorrentes de micro-AVCs.

Estas síndromes provocam perda de memória, que podem piorar ao longo do tempo, e causam alterações, também, no comportamento e na capacidade de comunicação.

Complicações na gravidez

As grávidas que fumam ou inalam fumaça de cigarro em excesso e suas as toxinas podem ter diversas complicações, como:

  • aborto espontâneo,
  • retardamento de crescimento do feto,
  • nascimento prematuro, ou,
  • mesmo morte do bebê.

ATENÇÃO: é de fundamental importância que a mulher deixe de fumar antes de engravidar.

Câncer de bexiga

Muitas das substâncias cancerígenas que estão presentes no cigarro e entram na circulação, ao serem eliminadas pelas vias urinárias, aumentam o risco de desenvolver este tipo de câncer.

Sintomas do câncer de bexiga: Presença de sangue na urina, dor abdominal e perda de peso, por exemplo.

Câncer de pulmão

As substâncias do cigarro, ao entrarem em contato com os finos tecidos dos pulmões, que fazem as trocas respiratórias, aumentam o risco de se desenvolver câncer, por causa das inflamações e disfunções induzidas por elas.

Sintomas O câncer de pulmão:

  • falta de ar,
  • tosse excessiva ou com sangue,
  • perda de peso.

Este câncer, muitas vezes, é silencioso e os sintomas só aparecem quando ele está em fase avançada.

Então, é importante deixar de fumar o quanto antes.

A indústria do tabaco lucra mais que a Coca-Cola, Microsoft e McDonald’s juntas!

Ademais, o cigarro aumenta o risco de quase 20 tipos de câncer. Suas substâncias cancerígenas são capazes de interferir na informação genética das células, além de causarem inflamação.

No meu caso, apesar de eu ter tido muita dificuldade de abandonar o vício, eu tive que ter em mente a importância desta atitude para a minha saúde, e dei o primeiro passo. Confira AQUI como consegui parar de fumar.

E como, para mim, foi muito difícil conseguir sozinho, eu usei o Adeus Cigarro para me auxiliar no abandono do tabagismo.

E ainda mais, todos nós sabemos que ao parar de fumar, o risco de desenvolver doenças associadas ao hábito de fumar diminui. Por isso, é agora a hora de parar de fumar! Vamos lá?

Como parei de fumar definitivamente

Como parei de fumar definitivamente – clique na imagem e conheça o método Adeus Cigarro

Você Gostou? Compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.