Como encontrar a sua alma gêmea | Arquétipo do Amor

Eu estava passeando num domingo a tarde e pensando como eu iria encontrar a minha alma gêmea. Quando vi a paisagem abaixo me inspirei a escrever este texto com muito carinho para você. Então, vou te mostrar como encontrar a sua alma gêmea | Arquétipo do Amor.

Antes, porém, gostaria que você soubesse que eu estudo arquétipos, física quântica e cosmologia para você compreender de onde foi que extrai este conhecimento!

Como encontrar a sua alma gêmea | Arquétipo do Amor

Como encontrar a sua alma gêmea | Arquétipo do Amor

Eu já sabia que relacionamentos afetivos são uma necessidade para os seres humanos! Más, você acredita no amor romântico? Você gostaria de viver um relacionamento afetivo perfeito? Você sabia que existe uma formula do amor e que é um arquétipo? Que você pode aprender a como vivenciar este amor na sua vida?

Uma necessidade primordial da humanidade são os relacionamentos amorosos e não podemos negligenciar esta questão porque isso comprometerá muitas outras áreas de nossa vida.

Você sabia que em uma grande maioria as pessoas que conseguem sucesso na vida profissional já têm superado esta necessidade? Ou seja, são felizes em suas vidas amorosas.

Segundo o psicólogo americano Abraham Maslow, a grande maioria das pessoas estão presas no terceiro degrau da pirâmide de suas necessidade.

Segundo ele, isso é a teoria representada por uma pirâmide, chamada Pirâmide de Maslow, onde na base se encontram as necessidades mais básicas, pois estas estão diretamente relacionadas com a sobrevivência do ser humano.

E-book – Arquétipos, Desperte sua Força Interior

Em resumo, para saltar para o quarto degrau, que é a necessidade de poder e autoestima, a questão dos relacionamentos afetivos deve ser resolvida de forma individual, por casa pessoa.

Portanto, um dos meus objetivos em escrever este texto é evidenciar à você que essa necessidade não pode ser negligenciada. Também pretendo “apontar” um caminho provável para você supere esta questão e tenha uma vida amorosa realizada.

Outro ponto de muita relevância, que devemos ter consciência, é que para nos salvar da solidão ou para superar os casos de relacionamentos tóxicos, precisamos compreender como funcionam as energias provocadas pelos arquétipos e, desta forma, podermos usa-las a nosso favor, com toda a benevolência do Universo.

Então, em tese, o amor romântico como um arquétipo, é um modelo perfeito de relacionamento amoroso, que está disponível à todos nós.

Segundo Carl Gustav Jung, psiquiatra e psicoterapeuta suíço que fundou a psicologia analítica, os arquétipos são primeiro modelo ou os projetos originais de tudo que existe. Deste modo, todos os seres e todas as situações surgiram a partir de modelos primordiais. Os arquétipos!

Diante de tudo que vi e estudei até hoje, posse afirmar que o mundo material é uma projeção do mundo dos arquétipos. Portanto, os arquétipos são as essências de tudo que existe, o amor romântico não seria diferente, o amor romântico é um arquétipo.

O amor, seja qual for ele, é um laço de energias que está em toda a parte, fisicamente é um campo energético, um padrão quântico, que funciona como um imã que une seres, sendo a união das polaridades do positivo e do negativo que está presente em tudo.

Este é o arquétipo do amor, o vínculo energético que une os casais que se amam em reciprocidade. Esse laço enérgico é a base dos relacionamentos felizes e duradouros, ele é um dos modelos organizadores do Universo. Portanto, é um arquétipo.

Deste modo nós não nos unimos e nos relacionamos apenas por instinto sexual para reprodução de espécie, há algo a mais, uma energia viva e consciente, bastante sútil, mas que existe e nos une.

O fato é que todos os casais que se amam são influenciados por este arquétipo e é possível vivenciar este arquétipo na sua vida amorosa.

Desta forma, a fórmula do amor existe e é um arquétipo, na qual pode ser denominada como a tríade do amor romântico, pois envolve 3 sentimentos – confiança, felicidade e afetividade – que juntos e misturados criarão o vínculo sentimental do arquétipo.

Esta mesma formula já foi explicada pelos antigos gregos no mito de Eros e Psique e os antigos romanos explicaram através de flecha do Cupido.

Este mesmo amor foi explicado por Platão como uma atração de corpo e alma entre um casal, ou Amor Platônico. Porém, sempre vistos como algo da mitologia, do esotérico, do fictício e do lendário.

Agora século XXI, da para saber de forma real e prática como criar esse laço energético na sua vida, da para saber como gerar confiança, alegria e afetividade de forma reciproca entre os seres humanos.

Conheça o E-book – Arquétipos, Desperte sua Força Interior para descobrir que não há mais mistérios neste assunto, você pode viver um amor perfeito despertando a sua força interior.

Ah, o que foi que encontrei na livraria? Mais conhecimento e com ele, minha alma gêmea!

Enfim, eu espero de coração, que você encontre seu amor verdadeiro. A sua alma gêmea!

Namaste.

Veja também: Arquétipo Borboleta, será que funciona?

Você Gostou? Compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.