A epigenética é responsável por mais 75% das doenças!

A epigenética é responsável por mais 75% das doenças

Epigenética é a área da biologia que estuda mudanças no funcionamento de um corpo que não são causadas por momentos na sequência de DNA e ela pode ser acelerada pelo nosso estilo de vida. Vou te mostrar que a epigenética é responsável por mais 75% das doenças e que nossa herança genética pode ser perfeitamente modulada com mudanças de hábitos.

O DNA social pode mudar nosso DNA individual”, afirma o cientista francês Joël de Rosnay. Ele ainda fala sobre como comportamentos individuais e coletivos influenciam nosso DNA.

Antes, porém, precisamos entender melhor sobre o que é o DNA. A descoberta do DNA é relativamente recente, ele foi identificado nos anos 1940 e representou uma revolução no conhecimento da genética.

Veja também: Óleos essenciais rompem a barreira hematoencefálica

Graças a esta descoberta, a ciência pôde compreender os princípios fundamentais da transmissão de características hereditárias e a possibilidade de mutações com modificação das “letras” do código genético.

Entretanto, de forma ainda incompleta passamos a crer que as doenças hereditárias codificadas pelo nosso DNA teriam um papal fundamental em nosso futuro. Más, mais uma vez a ciência deu um salto e descobriu que não precisamos ser “vítimas” da genética.

Não obstante, o entendimento de que nosso código genético é responsável somente pelas nossas características físicas é equivocado. O nosso DNA carrega também todas as memórias emocionais de nossos antepassados, por isso vemos famílias repetirem padrões de geração em geração.

Recentemente cientistas descobriram que parte desse material tem o papel de gerenciar a interação entre os genes. E essa interação depende, em grande parte, dos nossos comportamentos, emoções e estilo de vida.

O “DNA lixo” está longe de ser inútil: ele forma o epigenoma, um conjunto de genes que determinam as modificações de uma célula causadas por outras moléculas que não só proteínas e enzimas.

Foi a partir daí que se chegou ao fim da crença de que “tudo é genética” e abriu campo para demonstrar que não existe fronteira entre gene e ambiente.

E de forma simples, o que tudo isso significa?

Que temos como modular o nosso DNA mudando o nosso “lifestyle”. Ou seja, com boas práticas e com determinação podemos nos livrar da nossa herança genética e espantar de vez os males que, por ventura, herdamos de nossos ancestrais.

A primeira vez que li sobre este assunto eu me encantei com a possibilidade de me cuidar e, com isso, não abri mão de mostrar este tema para todos com quem me relaciono. Pois, o argumento de que eu sou assim porque meus país eram nunca foi aceito por mim.

Portanto, podemos e devemos construir o nosso destino e isso se aplica a todo mundo, desde que compreendamos por que fazemos, o que fazemos e como fazemos.

E o mais incrível é que não precisamos recorrer a protocolos caríssimos e nem a profissionais inalcançáveis. Cuidando da nossa nutrição, praticando exercícios físicos recreativos e com meditação faremos com que certos genes se expressem mais que os outros (isso está comprovado cientificamente).

Más, na prática como podemos anular os fatores genéticos que nos causam preocupação?

As regras essenciais para gerenciar a nossa própria epigenética, são:

  • Praticar exercício físico todos os dias de sua vida;
  • Trabalhar o estresse;
  • Ter uma nutrição equilibrada;
  • Construir uma relação social e familiar harmoniosa, e;
  • Buscar eficientemente o prazer (no sentido saudável) em tudo o que você faz.

Você pode ser tornar tudo o que você sempre quis e evitar que sua vida tenha destinos indesejáveis.

Agora que você já sabe que a epigenética é responsável por mais 75% das doenças o que você fará a partir deste momento?

Vamos conversar sobre este e outros assuntos? Clique AQUI e visite minha página pessoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *